sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Audiência em Pau dos Ferros resulta em criação de grupo para apoiar produtores familiares

O Ministério Público Federal (MPF) em Pau dos Ferros irá coordenar um grupo de trabalho cujo objetivo será fortalecer a agricultura familiar no Alto Oeste potiguar, a partir da implementação ou aperfeiçoamento do sistema de aquisição de alimentos para a merenda escolar, por parte das prefeituras da região. A criação desse grupo foi proposta pelo procurador da República Marcos de Jesus, durante audiência pública realizada no último dia 11.
 
A audiência (confira a ata, errata e extrato da ata do evento) teve como tema a utilização de alimentos provenientes da agricultura familiar na merenda escolar do Município de Pau dos Ferros e foi realizada no auditório do IFRN de Pau dos Ferros. Um dos objetivos era apurar se o poder público vem cumprindo o percentual mínimo de alimentos da agricultura familiar que devem ser incluídos na merenda dos alunos.

De acordo com o artigo 14 da Lei 11.947/90, no mínimo 30% dos recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) devem ser utilizados na aquisição de “gêneros alimentícios diretamente da agricultura familiar e do empreendedor familiar rural ou suas organizações”.

Composição - Do grupo de trabalho farão parte representantes do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), Emater, Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetarn), Diretoria Regional de Alimentação Escolar (8º Drae), Diretoria Regional de Educação (15ª Dired), Idiarn e Colônia de Pescadores Z27.

A primeira reunião deve ocorrer na próxima quinta-feira, dia 25, e serão discutidos temas como as regras das futuras chamadas públicas, os preços médios dos produtos da agricultura familiar e mesmo a localização das Associações e identificação de agricultores, entre outros assuntos.

Da audiência participaram representantes das associações de produtores familiares, da Emater, das secretarias de educação do Estado e do Município, do Sebrae, do Ministério do Desenvolvimento Agrário e da Fetarn, além de diversos cidadãos que acompanharam os debates e também fizeram uso da palavra.

Dilma tem 37%, Marina, 30%, e Aécio, 17%, diz pesquisa Datafolha

Pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira (19) pelo jornal "Folha de S.Paulo" aponta os seguintes percentuais de intenção de voto na corrida para a Presidência da República:
- Dilma Rousseff (PT): 37%
- Marina Silva (PSB): 30%
- Aécio Neves (PSDB): 17%
- Pastor Everaldo (PSC): 1%
- Luciana Genro (PSOL): 1%
- Eduardo Jorge (PV): 1%
- Zé Maria (PSTU): 0%*
- Rui Costa Pimenta (PCO): 0%*
- Eymael (PSDC): 0%*
- Levy Fidelix (PRTB): 0%*
- Mauro Iasi (PCB): 0%*
- Branco/nulo/nenhum: 6%
- Não sabe: 7%

*Cada um dos cinco indicados com 0% não atingiu, individualmente, 1% das intenções de voto. Somados, eles têm 1%.

No levantamento anterior do instituto, divulgado no dia 10, Dilma tinha 36%, Marina, 33%, e Aécio, 15%.

Segundo o Datafolha, é a primeira vez que Dilma abre vantagem sobre Marina desde a entrada da candidata do PSB na disputa, em agosto, após a morte de Eduardo Campos. A vantagem da petista passou de 3 para 7 pontos.

Segundo turno

O levantamento divulgado nesta sexta indica que, em um eventual segundo turno entre Dilma e Marina, as candidatas aparecem empatadas tecnicamente. A candidata do PSB tem 46% e a do PT, 44%. Na semana passada, Marina, com 47%, e Dilma, com 43%, também estavam tecnicamente empatadas.

Na simulação de segundo turno entre Dilma e Aécio, a petista vence por 49% a 39% (49% a 38% na semana anterior).

O instituto também fez uma simulação entre Marina e Aécio. O resultado foi 49% a 35% para a candidata do PSB (ante os 54% a 30% do último levantamento).

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal "Folha de S.Paulo".

O Datafolha ouviu 5.340 eleitores em 265 municípios nos dias 17 e 18 de setembro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. Isso significa que, se forem realizados 100 levantamentos, em 95 deles os resultados estariam dentro da margem de erro de dois pontos prevista. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00665/2014.

Espontânea

Na modalidade espontânea da pesquisa (em que o pesquisador somente pergunta ao entrevistado em quem ele pretende votar, sem apresentar a lista de candidatos), os resultados são os seguintes:

- Dilma Rousseff: 30%
- Marina Silva: 24%
- Aécio Neves: 12%
- Outras respostas: 1%
- Em branco/nulo/nenhum: 6%
- Não sabe: 26%

Rejeição
A presidente Dilma tem a maior taxa de rejeição (percentual dos que disseram que não votam em um candidato de jeito nenhum). Nesse item da pesquisa, os entrevistados puderam escolher mais de um nome.

- Dilma Roussef: 33%
- Marina Silva: 22%
- Aécio Neves: 21%
- Pastor Everaldo: 21%
- Zé Maria: 18%
- Levy Fidelix: 18%
- Eymael: 17%
- Luciana Genro: 16%
- Rui Costa Pimenta: 15%
- Eduardo Jorge: 15%
- Mauro Iasi: 14%

Avaliação da presidente
A pesquisa mostra que a administração da presidente Dilma Rousseff tem a aprovação de 37% dos entrevistados, que se refere aos entrevistados que classificaram o governo como “ótimo” ou “bom”.

Os que julgam o governo “ruim” ou “péssimo” são 24%, segundo o Datafolha. Para 38%, o governo é "regular". Os dois índices são os mesmos do levantamento anterior.

O resultado da avaliação é:
- Ótimo/bom: 37%
- Regular: 38%
- Ruim/péssimo: 24%
- Não sabe: 2%

A nota média atribuída pelos entrevistados ao governo foi 6,1.
quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Professores da Uern confirmam indicativo de greve por reajuste salarial de 57,7%


Os professores da Universidade do estado do Rio Grande do Norte (UERN) discutiram hoje a campanha salarial da categoria, avaliando o indicativo de greve definido no dia 6 de agosto e as possibilidades de negociação com o Governo do Estado.

Na oportunidade, os docentes optaram por manter o indicativo de greve até 7 de outubro, quando se reunirão em assembleia novamente para definir os rumos da campanha salarial.

Na reunião foi analisado um documento-resposta da Reitoria da Universidade à categoria, onde apresentava uma proposta às reivindicações dos professores. Para a Associação dos Docentes da Uern (Aduern), o documento foi inconclusivo, uma vez que sequer definiu percentuais de reajustes que poderiam dar início a uma negociação entre governo e professores. Quanto às reivindicações que tratavam de melhorias estruturais e técnicas da Uern, a resposta da administração foi considerada válida pelos docentes.

“O documento enviado pela Reitoria da Universidade não atendeu a reivindicação que se referia ao Plano de Cargos Carreiras e Salários (PCCS) da categoria. Aprovamos as propostas da administração no que tange às melhorias estruturais e técnicas que pedíamos, já que isso nos foi apresentado com dados, números e valores. Quanto à questão salarial, não veio por parte da Reitoria e do Governo do estado uma proposta de percentual de reajuste, por isso o indicativo de greve foi mantido”, explicou o presidente da Aduern, Valdomiro Morais.
 
De acordo com os representantes da Aduern, começa agora um novo momento de mobilizações entre os docentes, para que PCCS dos professores da instituição seja respeitado.  Na próxima terça-feira (23), o sindicato promoverá uma paralisação de alerta na universidade, realizando uma atividade em defesa do ensino público, gratuito e de qualidade.

Na mesma data, o reitor da Uern participará de uma reunião com o Conselho de Política de Administração e Remuneração de Pessoal (Coarp) do Governo do Estado, que discutirá exclusivamente a reivindicação salarial dos docentes e o cumprimento do PCCS da categoria.

O resultado dessa reunião, e a proposta proveniente dela, serão apreciados pelos professores em assembleia no dia 07 de outubro, onde a questão do indicativo de greve será novamente discutida.

Comude de Areia Branca realizará Semana de Ação Mundial no período de 21 a 27 deste mês

Lilian Débora, Antonia Lucileide e Erivan Silva (presidente) estão à frente do Comude local
No período de 21 a 27 deste mês, acontecerá em Areia Branca a Semana de Ação Mundial, realizada em mais de 100 países desde 2003, por iniciativa da Campanha Nacional pelo Direito à Educação. O tema desde ano é “Direito à educação inclusiva por uma escola para todos”.

Em nível local, o evento é uma iniciativa do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Com Deficiência (Comude) em parceria com com outros órgãos, contando com o apoio da Prefeitura de Areia Branca.

A abertura da programação será domingo, 21, no programa “Domingão da 104”, na Rádio Costa Branca (FM 104.3), quando será divulgado todo o cronograma da semana de atividades.

O ponto alto da programação será uma caminhada pelas ruas da cidade com participação dos envolvidos, no dia 26, saindo às 16h da Escola Municipal Professora Geralda Cruz e encerrando em frente a prefeitura.

Associação Rotativa poderá fabricar vassouras com garrafas pet graças a parceria com empresa eólica

Luciana Ribeiro, da Voltalia, falou dos benefícios do projeto durante a reunião
As garrafas pet, grandes vilãs da poluição em rios e terrenos baldios, poderão ganhar uma função ecologicamente correta na Associação Rotativa de Areia Branca, onde cerca de 15 voluntários, a maioria mulheres, fazem a coleta seletiva domiciliar de material reciclável.

A partir de uma proposta de parceria da Voltalia Energia do Brasil, empresa produtora de eletricidade a partir de fontes renováveis com atuação no município, a Rotativa poderá fabricar vassouras ecológicas, utilizando garrafas pet como matéria prima.

O assunto foi tema de uma reunião na sexta-feira, 12, entre os membros da associação, da Voltalia e da Prefeitura de Areia Branca, que é parceira da entidade, por meio da Gerência Executiva de Gestão Ambiental. A gerente de Projetos do município e Agente de Desenvolvimento Local, Maria Edivanda Pereira, também participou do encontro.

No encontro, a psicóloga Luciana Ribeiro, da Voltalia, apresentou a proposta, por meio da qual a empresa eólica dará suporte para a fabricação de vassouras com garrafas pet. Para isso, a empresa fornecerá o maquinário e um curso de qualificação para o pessoal envolvido na confecção do produto.

Diante do interesse da associação pela proposta, Luciana Ribeiro disse que o próximo passo será preparar o projeto e em seguida agilizar o curso para qualificar os fabricantes das vassouras, o que deve acontecer até o final de outubro, na cidade de João Câmara, onde a empresa desenvolveu projeto semelhante.

Para a gerente de Gestão Ambiental do município, Juliana Rebouças, que participou da reunião, essa parceria da Voltaria irá impulsionar as ações desenvolvidas pela associação, melhorando o faturamento das famílias envolvidas com a venda dos produtos.

A presidente da Associação Rotativa, Antonia Assunção, diz que o benefício proposto pela Voltalia chega na hora certa. “Essa fabrica sendo implantada na nossa associação, será uma importante fonte de geração de emprego e renda para as famílias areia-branquenses que integram a entidade”, comemora.

A exemplo da Voltalia, as empresas que investem em energia eólica no município desenvolvem um trabalho social abrangente junto às comunidades onde atuam. A fábrica de vassouras é uma doação da empresa à cidade ao qual ela está inserida.

A Rotativa é uma entidade sem fins lucrativos e desde 2004 realiza a coleta, seleção e venda de materiais recicláveis na cidade de Areia Branca. Calcula-se que mensalmente são recolhidos e vendidos em torno de 15 toneladas de material reciclável. O lucro obtido com a venda dos recicláveis é revertido para a manutenção da associação e para os coletores ambientais.

A Prefeitura de Areia Branca é parceira da entidade e auxilia com transporte e com alguns funcionários que atuam em parceria com os coletores.
quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Henrique e Wilma recebem apoio de lideranças e movimento sociais da Zona Oeste de Natal

Candidatos falaram para a multidão entusiasmada
Os candidatos da coligação União pela Mudança, Henrique Alves (PMDB) e Wilma de Faria (PSB), que disputam o governo e o Senado, receberam o apoio de centenas de lideranças e representantes de movimento sociais da Zona Oeste de Natal, durante encontro realizado na noite de ontem, 16, no Centro Pastoral da Cidade da Esperança.
Na ocasião, Henrique agradeceu a presença dos convidados e o apoio recebido deles na campanha. “Nas quatro regiões de Natal, as zonas norte e oeste são as regiões onde obtemos as maiores vitórias. Só tenho a agradecer o empenho de vocês”, afirmou Henrique.
O candidato destacou o trabalho do prefeito Carlos Eduardo na capital e disse que, quando for eleito, vai restabelecer a parceria administrativa entre governo e prefeitura. “Vocês estão vendo a luta de Carlos Eduardo. Pegou a cidade falida. É um trabalho difícil. Estou ajudando em Brasília no trabalho da liberação de recursos, mas quando chegar ao governo vamos fazer ainda mais.”
Wilma de Faria destacou a importância da militância na reta final da campanha. “Vocês que estão aqui são lideranças que eu sempre respeitei, são pessoas interessadas no bem estar da população. Estamos vivendo um momento importante no país que é a campanha eleitoral. E o papel de vocês é muito importante”, disse.
Antes da reunião, os candidatos participaram de caminhada pelas ruas dos bairros das Rocas, Santos Reis e Brasília Teimosa.  Em breve discurso no meio da mobilização, Henrique ressaltou a urgência de se investir na segurança pública. O vereador Ubaldo Fernandes (PMDB), liderança local, que os acompanhou na caminhada, afirmou: “Tenho certeza que Henrique vai abraçar as causas das Rocas. Tenho certeza que ele vai resolver o problema na segurança pública”.

Audio Ao vivo

Carregando o player...

Rádio FM Costa Branca 104,3

Parcerias

Rede social

 
 
Tecnologia do Blogger.